A computação em nuvem – ou cloud computing – é uma ferramenta que permite que toda informação de uma empresa fique alocada em servidores virtuais. Tornou-se uma maneira simples de armazenar, acessar e compartilhar dados na internet, além de auxiliar no processo de transformação digital das companhias.

Segundo um relatório publicado pela IDC no primeiro semestre de 2017, o mercado mundial de serviços em nuvem pública cresceu 28,6% em relação ao mesmo período de 2016, com receita total de US$ 63,2 bilhões. E o relatório aponta que em 2018 haverá um crescimento de 40% nos investimentos para soluções em nuvem na América Latina, onde o mercado brasileiro tem grande participação.

Atualmente, os departamentos de TI das companhias estão sob pressão para reduzir os riscos e custos operacionais. Por esse motivo, muitos fornecedores de soluções de emulação de servidores legados têm oferecido aos clientes acesso contínuo à informação crítica da organização, por meio da incorporação de esquemas de alta disponibilidade em computação na nuvem. Desta forma, as empresas passam a ter mais autonomia para atingir seus objetivos.

Além disso, ao adotar a ferramenta, as organizações também podem se beneficiar com:

Baixo custo

Em vez de investir em uma infraestrutura cara, basta comprar os serviços de computação necessários para o negócio. Como toda a estrutura computacional fica em servidores virtuais, espaço físico e recursos são reduzidos. Além disso, ao contratar um pacote de serviços em nuvem, as empresas conseguem ter uma ideia dos custos e gastos com TI. Em alguns casos, os preços já incluem todos os impostos e tarifas.

Acesso móvel

As organizações conseguem acessar os documentos de quaisquer dispositivos, como computador, smartphone ou tablet, que possuem acesso à rede.

Armazenamento

A capacidade de armazenamento de arquivos em nuvem é ilimitada. Caso a empresa queira aumentar ainda mais seu espaço, basta alocar mais um disco a ferramenta.

Colaboração

Com a computação em nuvem, vários usuários podem ter acesso aos arquivos de um projeto simultaneamente. Em caso de edições, as modificações aparecem automaticamente na tela de todas as pessoas que estão utilizando o documento.

Segurança

Um computador ou dispositivo móvel com problemas na nuvem não afeta o armazenamento de informações e os documentos permanecem intactos. Isso ocorre porque os servidores ficam a milhares de quilômetros de distância entre si e, se algum deles sair do ar, os sistemas e arquivos armazenados continuarão disponíveis. Em casos de desastres naturais ou incidentes, como uma enchente, um incêndio ou uma falha na energia, os dados em nuvem são preservados.

Diminuição de riscos

A computação em nuvem é responsável por reduzir riscos para a empresa por meio da eliminação de falhas de sistemas de comando de esquemas de alta disponibilidade.

As transformações digitais, como as soluções em nuvem, portanto, são um caminho importante para o sucesso dos negócios. Por meio da ferramenta, o fornecedor executa atualizações, oferece suporte ao cliente e gerencia a segurança dos dados, facilitando a operacionalidade do sistema. Nos últimos anos, a nuvem tem transformado as atividades dos departamentos de TI, que se tornou um dos grandes responsáveis pelo desenvolvimento de uma empresa.

por Robert Ruiz

Quinta-feira, 22 de março de 2018   Tempo de leitura: 7 minutos